Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Social bookmarking

Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de Umbanda Livre em seu site de social bookmarking


Centro Ecumênico da Vila Olímpica tem espaço neutro após recomendação do MPF

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Centro Ecumênico da Vila Olímpica tem espaço neutro após recomendação do MPF

Mensagem por Tania Jandira em Qui Ago 11, 2016 10:18 pm

Local contemplava apenas cinco religiões ignorando as de origem afro-brasileiras

Imagem ilustrativa - iStock
Após o envio de duas recomendações da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro (MPF/RJ), o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016 decidiu criar um espaço neutro para as celebrações religiosas na Vila Olímpica. Antes, o Centro Ecumênico contemplava, por justificativa demográfica, apenas cinco religiões (cristianismo, islamismo, judaísmo, hinduísmo e budismo), ignorando, por exemplo, as manifestações religiosas de origem afro-brasileiras.

Em visita ao espaço na Vila Olímpica, no último dia 8, os procuradores Regionais dos Direitos do Cidadão Ana Padilha e Renato Machado puderam observar o funcionamento do Centro Ecumênico e constataram que as salas estão dispostas de maneira neutra e havia um quadro branco com a organização dos eventos religiosos agendados para o dia. Também, na ocasião, foram acertados detalhes sobre a lista de representantes das religiões afro-brasileiras para providenciar a emissão das credenciais que permitirá para acesso ao local.

Participaram da visita, além dos procuradores, a antropóloga da PRDC Kênia Alves, o presidente da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, professor Ivanir dos Santos, e o diretor Jurídico Rio 2016, Paulo Fisher, além do padre Leandro Lenin (capelão e responsável pelo Centro Ecumênico) e da advogada do Comitê Organizador Rio 2016, Talita Nader.
Entenda o caso - Após receber informações de que o Centro Ecumênico da Vila Olímpica contemplava apenas cinco crenças, o Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil público (nº 1.30.001.002953/2016-83) e expediu recomendação ao Comitê Olímpico para que as religiões afro-brasileiras também fossem contempladas no local.

Diante da primeira resposta do Comitê Olímpico, a PRDC/RJ solicitou informações adicionais e decidiu fazer uma visita para verificar o local, o que ocorreu no último dia 20. Na primeira visita, constatou-se que, de fato, as religiões afro-brasileiras não estavam sendo contempladas em igualdade de condições, o que motivou a expedição de uma nova recomendação ao Comitê. Com essa nova orientação do MPF, o Comitê Organizador se reuniu com representantes das religiões afro-brasileiras para consultá-los sobre a indicação de seus representantes e debater como concretizar o pedido do MPF.

Ficou acertado que os espaços e salas do Centro Ecumênico passariam a ser neutros (sem distinção de religiões) e sua ocupação seria organizada conforme agenda previamente estabelecida mediante requisições dos membros das delegações hospedadas; e, ainda, que a requisição, o cadastramento e a presença dos membros de religiões seriam feitas de forma isonômica e indistintamente. Todos os compromissos firmados foram cumpridos, segundo constatou-se na última visita, no dia 8 de agosto.


http://www.mpf.mp.br/rj/sala-de-imprensa/noticias-rj/centro-ecumenico-da-vila-olimpica-tem-espaco-neutro-apos-recomendacao-do-mpf
avatar
Tania Jandira

Mensagens : 2761
Reputação : 179
Data de inscrição : 02/02/2012
Idade : 58
Localização : Rio de Janeiro

http://psicoterapiarj.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum