Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de Umbanda Livre em seu site de social bookmarking


Mais que religião, umbanda é cultura

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mais que religião, umbanda é cultura

Mensagem por Tania Jandira em Seg Jan 09, 2017 3:40 am

São João de Meriti sanciona lei que declara a crença como patrimônio cultural da cidade

08/01/2017 00:06:00

ALINE CAVALCANTE

São João de Meriti - As guias coloridas se destacam no branco da roupa. O ambiente consagrado, o gongá, altar sagrado, impecável, tudo pronto para cultuar aos orixás. O cenário descrito faz parte do ritual de umbanda, que agora, além de religião, é patrimônio cultural imaterial, em São João de Meriti. A lei foi sancionada há duas semanas e surgiu, principalmente, para combater o preconceito. “Estamos sempre em luta para combater a intolerância. Esta lei veio para conscientizar, é um passo fantástico e que fortalece o movimento umbandista. As pessoas vão conhecer mais a religião”, afirma Marcos Xavier, presidente do Movimento Umbanda do Amanhã (MUDA).
Nos templos, terreiros ou centros, a umbanda, termo que significa “curandeiro” na língua banta, falada na Angola, prega a caridade e o livre arbítrio. “As pessoas estão aprendendo a nos respeitar, mesmo que ainda haja preconceito. Temos um trabalho social importante na sociedade e isso tinha que ser reconhecido”, diz Marilena Mattos, que há 32 anos dirige a Casa de Claudia, tradicional centro de Meriti.
Apesar do avanço, há quem ainda olhe com desconfiança para a medida. “É claro que é bom para a religião, não sou contra, mas fico preocupado: se todas as religiões quiserem o mesmo?”, questiona Jorge dos Santos, morador de Meriti, que afirmou não seguir nenhuma religião.
No texto, a umbanda, além de ser considerada bem cultural imaterial, torna-se obrigatório o cadastro dos terreiros de umbanda na cidade. “Temos diversos terreiros de umbanda em São João de Meriti, eles contribuem para o desenvolvimento de políticas públicas e são símbolos culturais. Acredito que o reconhecimento da religião levará conhecimento sobre suas práticas e isso ajudará a diminuir a intolerância religiosa”, ressalta o autor da lei, o vereador Alfredo Queiroz.
http://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/odiabaixada/2017-01-08/mais-que-religiao-umbanda-e-cultura.html
avatar
Tania Jandira

Mensagens : 2752
Reputação : 177
Data de inscrição : 02/02/2012
Idade : 58
Localização : Rio de Janeiro

http://psicoterapiarj.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mais que religião, umbanda é cultura

Mensagem por juliocesarmallmann em Sex Fev 03, 2017 8:41 pm

Parabéns linda matéria
avatar
juliocesarmallmann

Mensagens : 30
Reputação : 3
Data de inscrição : 23/05/2015
Idade : 51
Localização : Porto Alegre Rio Grande do Sul

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum