Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Social bookmarking

Social bookmarking Digg  Social bookmarking Delicious  Social bookmarking Reddit  Social bookmarking Stumbleupon  Social bookmarking Slashdot  Social bookmarking Yahoo  Social bookmarking Google  Social bookmarking Blinklist  Social bookmarking Blogmarks  Social bookmarking Technorati  

Conservar e compartilhar o endereço de Umbanda Livre em seu site de social bookmarking


"Vai bater tambor?", empresa Vivo discrimina trabalhadora umbandista e a demite

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"Vai bater tambor?", empresa Vivo discrimina trabalhadora umbandista e a demite

Mensagem por Tania Jandira em Sex Jul 07, 2017 1:46 pm

A ex-funcionária adepta da umbanda, religião de matriz africana, trabalhava na telefonia de celular Vivo. Ela diz que foi demitida após entrar em depressão e processou a empresa após gravar áudios com as provas da discriminação. Esse é um dos 36 casos de intolerância religiosa registrados pelo Ministério Público da Bahia, desde janeiro desse ano.
Por um ano e meio ela foi discriminada no trabalho, que começaram depois que sua chefe assumiu o cargo e duraram até sua demissão. A funcionária conta, que quando pedia para usar o banco de horas para sair mais cedo, sua chefe perguntava se ela ia “bater tambor”.
Depois que percebeu os motivos do assédio e da discriminação, a advogada decidiu gravar áudios de conversas com a chefe para embasar a denúncia. Em uma das conversas, a advogada diz: "Jure pela sua mãe que você não falou que macumba não dura para sempre, que você estava se aliando a uma pessoa errada. Jure!". A chefe responde: "Eu falei. Eu juro que isso aconteceu!".
A Vivo, que recentemente recebeu uma grande quantia do governo de Temer para pagar suas dívidas, não comentou sobre o caso, nem muito menos assumiu uma postura de defesa da funcionária. Enquanto nos é oferecido um serviço de péssima qualidade na telefonia, os casos de assédio e exploração só aumentam nas empresas, que serve para encher os lucros dos patrões.
http://www.esquerdadiario.com.br/Vai-bater-tambor-empresa-Vivo-discrimina-trabalhadora-umbandista-e-a-demite
avatar
Tania Jandira

Mensagens : 2730
Reputação : 177
Data de inscrição : 02/02/2012
Idade : 57
Localização : Rio de Janeiro

http://psicoterapiarj.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Vai bater tambor?", empresa Vivo discrimina trabalhadora umbandista e a demite

Mensagem por Daniel A. Nascimento em Ter Jul 11, 2017 7:04 pm

Sarava a todos.....

             Com certeza esse tipo de descriminação  é presente em outras empresas e estabelecimentos públicos por esse "Brasil pátria do evangelho"......

_________________
" Não sei. Só sei que nada sei." Sócrates
avatar
Daniel A. Nascimento

Mensagens : 470
Reputação : 47
Data de inscrição : 26/10/2012
Idade : 39
Localização : Osasco - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Vai bater tambor?", empresa Vivo discrimina trabalhadora umbandista e a demite

Mensagem por Tania Jandira em Ter Jul 11, 2017 7:10 pm

Saravá mano Daniel,
Sim, possivelmente; mas as pessoas não denunciam.
Não se pode nem dizer que é medo de perder emprego. Essa fez isso após a demissão.
Bjs e axé!
avatar
Tania Jandira

Mensagens : 2730
Reputação : 177
Data de inscrição : 02/02/2012
Idade : 57
Localização : Rio de Janeiro

http://psicoterapiarj.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: "Vai bater tambor?", empresa Vivo discrimina trabalhadora umbandista e a demite

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum